Brincando na quarentena: um passo a passo para estimular as crianças



Confira as dicas da fonoaudióloga Amanda Galli, da SORRI-BAURU


O período de quarentena para o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus tem sido desafiador para os pais. Lidar com a energia dos filhos em espaço limitado requer criatividade. Pensando nisso, a fonoaudióloga Amanda Galli, da SORRI-BAURU, preparou um material que envolve toda a família - adaptando conteúdo sugerido pelo site Inspirados pelo Autismo. Confira o passo a passo abaixo e divirtam-se!

VOANDO DE AVIÃO

Essa brincadeira ajuda a estimular a comunicação (verbal ou não verbal), e a compreensão da função específica de perguntas com o pronome relativo "Quem".

Também envolve outros aspectos importantes, como a integração sensorial, atenção compartilhada, permanência na atividade e a interação social.

Vamos lá!

Você pode utilizar: rede, caixa de papelão, lençol, cobertor, tapete ou um balanço. Algo que faca a criança se deslocar e sentir como se estivesse em um avião!

Use o que você tem em casa e abuse da criatividade!

Entendendo a brincadeira

Ação motivadora (o papel do adulto):

 • A ação motivadora (reforçadora) é a criança ser balançada na rede (ou das outras formas sugeridas) o que simula a sensação de voar num avião. Ela será acompanhada pelos seus personagens preferidos, tornando a atividade ainda mais interessante.

Solicitação (o papel da criança):

• O adulto perguntará sobre algum personagem específico e aguardará que a criança responda (falando ou apontando).

• Fixe na parede um papel grande com a pergunta: Quemvai voar no avião?, destacando a palavra "Quem". No caso de crianças não alfabetizadas ou com dificuldades em compreender o uso da escrita, podem ser utilizados imagens e pictogramas.

• Utilize imagens claras dos personagens escolhidos ou utilize brinquedos dos personagens, eles podem ser colocados lado a lado.

Passo a passo

PASSO 1: Explique à criança que vão voar de avião com os seus personagens preferidos.

Quando a criança demonstrar interesse pela atividade, balance-a por algum tempo. Divirta-se com a criança por alguns minutos, sem realizar nenhuma solicitação específica, apenas interagindo com ela e inserindo aos poucos a pergunta "Quem?".

Por exemplo: diga "Que gostoso voar no avião! Você sabe quem vai voar no avião com a gente? A Patrulha Canina!".

Aproveite esse momento para cantar músicas relacionadas ao tema e personagens escolhidos, utilize sons e onomatopeias, e faça suspense sobre quem serão os personagens que voarão com a criança no avião.

Dica: Utilize voz e postura divertidas, apresentando-se com empolgação e entusiasmo.

PASSO 2: Estabeleça um ciclo de atividades, sendo:

1. Balance a criança por alguns segundos;

2. Afaste-se e faça uma pausa fazendo suspense;

3. De forma previsível volte a balançá-la novamente.

Nesse momento apenas interaja com a criança e vá narrando a atividade e apresentando a pergunta "Quem?" dentro do contexto.

Dica:  Nesse momento você pode estimular o contato visual. Aguarde a criança olhar para os seus olhos para dar continuidade ao balanceio.

PASSO 3: Quando a criança encontrar-se altamente motivada demonstrando interesse através de olhares, sorrisos, gestos, sons ou palavras, solicite durante a pausa da ação que a criança se aproxime das imagens ou brinquedos, e responda qual personagem irá voar no avião.

Esta solicitação deve ser feita por perguntas animadas e divertidas, e não como uma ordem. Reaja às tentativas de resposta da criança de forma comemorativa, mesmo se a criança não acertar a resposta correta de primeira. Continue perguntando "Quem?" para os próximos personagens, se comunicando com a criança e reforçando o desejo dela pela continuidade da ação de balançar. Ela entenderá que após a realização da atividade, ela ganhará algo divertido, motivador e reforçador (o balançar/brincar de avião).

Importante: Dê dicas lembrando os nomes dos personagem ou apontando, ajudando de forma clara a criança a escolher e a responder corretamente na próxima vez.

Variações

Podemos ajustar o grau do desafio desta atividade: quando a criança já consegue responder às perguntas com "Quem?" com facilidade e constância, podem ser inseridas perguntas auxiliares, tais como "Quando?" ou "Como?". Por exemplo: se a pergunta auxiliar for "Quando?", o adulto poderá dar opções de resposta como "Antes da escola", "Depois do banho", "Na hora do almoço", "Ao meio-dia", "À noite", etc. Se a pergunta for "Como?", o adulto pode preparar respostas como "Sentado", "Tomando suco", "Dormindo", "Lendo um livro", "Jogando um jogo", "Ouvindo música" etc.

No caso de crianças maiores, que são alfabetizadas ou estão no processo de alfabetização, você pode adaptar a atividade criando opções de respostas escritas.

Para ajudar a criança a manter-se motivada durante a interação e prolongar o tempo de duração da atividade, podemos inserir em alguns ciclos pequenas variações na ação motivadora, por exemplo: oferecer balanços com diferentes intensidades, ritmos e durações, ou acompanhadas de efeitos.



SUA DOAÇÃO É IMPORTANTE para a manutenção dos atendimentos da SORRI-BAURU
É possível doar por cartão de crédito, sabia?

Clique aqui para doar R$ 15

Clique aqui para doar R$ 20

Clique aqui para qualquer outro valor ou assinatura

 

Nossas mídias sociais (clique para acessar):

Facebook
Instagram
LinkedIn
Twitter

Arte: Rafael Nakaoka/SORRI-BAURU


Galeria de fotos