Projeto ‘Bebês Prematuros’ promove grupo de introdução alimentar


Pela 3ª vez, a SORRI-BAURU promoveu um grupo de orientação à introdução alimentar, dentro do “Projeto Bebês Prematuros: Programa de Estimulação ao Desenvolvimento e Apoio Emocional às Mães”.

Realizado pela fonoaudiologia e nutrição, o encontro informou e orientou as famílias quanto ao processo inicial da alimentação, trouxe informações relacionadas ao desenvolvimento do bebê, o processo de alimentação, quais alimentos ofertar, qual consistência e quantidade, se o bebê não aceitar quais atitudes tomar e a postura para oferta da alimentação, sempre buscando auxiliar o bebê e a família durante este processo.

Na oportunidade, foram realizadas atividades nos períodos da manhã e tarde com duração de 2 horas. Na primeira, foram aplicadas orientações em grupo através de aula expositiva. Já, na segunda, aconteceram demonstrações de papinhas salgadas e doces aos pais e responsáveis com degustação e oferta aos bebês.

Para a participação no grupo foram entregue kits com papinha contendo: um pratinho, colher e garfo infantil e bichinho de borracha.

Ao final do encontro, os pais responderam um questionário piloto sobre a abertura e o encerramento da oficina, onde eles relataram as suas observações e nível de conhecimento sobre o processo inicial de introdução alimentar com os temas citados e abordados no atendimento.

 

Sobre o Projeto Bebês Prematuros

A prematuridade e o baixo peso são fortes indicadores de problemas futuros no desenvolvimento da criança. Preocupada com isso, e sabendo que os programas de intervenção centrados na família têm apresentado melhores índices de resultado, a SORRI-BAURU em parceria com a Professora Dra. Olga Maria Piazentin Rolim Rodrigues, do Departamento de Psicologia da UNESP Bauru, elaboram o Projeto “Bebês Prematuros: Programa de Estimulação ao Desenvolvimento e Apoio Emocional às Mães”, que pretende contribuir para ações efetivas dos Programas de Estimulação Precoce do Brasil.

Aprovado pelo PRONAS/PcD, o Projeto é patrocinado pelo ItaúLwarcel Celulose, PaschoalottoTilibra, Finamax e Lupo e pessoas físicas e teve seu início em Março de 2018.

Os contatos com os familiares dos bebês que nascem prematuros são fornecidos pela Secretaria Municipal de Saúde de Bauru, que com essa parceria tem papel fundamental no sucesso do projeto.

Até 2020, o Projeto espera promover o desenvolvimento físico, social, perceptual, cognitivo e de linguagem de 150 bebês prematuros, identificar indicadores emocionais das mães desses bebês e preparar as equipes da Saúde da Família para avaliar e identificar as necessidades desse público, segundo os padrões que serão estabelecidos nos protocolos que resultarão do projeto, e procederem à estimulação precoce realizando os encaminhamentos que forem necessários.


Galeria de fotos