Caso de sucesso: acolhimento e participação familiar



Pais comemoram que Gael concluiu seu plano terapêutico e exaltam a parceria com a SORRI-BAURU


Gael Lima Reis Apolônio Santos nasceu prematuro, com 28 semanas de idade gestacional, muito baixo peso e permaneceu hospitalizado por 56 dias. Iniciou os atendimentos na SORRI-BAURU aos 5 meses de idade devido ao atraso no desenvolvimento neuropsicomotor (DNPM). Inicialmente, Gael não tinha controle cefálico completo e estava apenas iniciando a função de alcance com os membros superiores - com boa interação e sorrindo em resposta ao contato.

Atualmente, com 1 ano e 4 meses de idade, Gael está com desenvolvimento dentro do esperado e teve o plano terapêutico concluído por objetivos alcançados. "A equipe da SORRI, a todo momento, mencionava o passo a passo, qual a evolução esperada. Sempre esclareceram minhas dúvidas prontamente. Ele teve um desenvolvimento impressionante. Agora, está ativo até demais!", comemora a mãe, Cristiane dos Reis.

O papel da família foi importantíssimo no progresso de Gael. "Foi um trabalho conjunto. Da porta para fora da SORRI tivemos tarefas que foram passadas. Foi muito fácil assimilar, em casa, o que ele fez nos atendimentos", relata Cristiane. "O ambiente da SORRI é diferente. Qualquer contato aqui dentro, desde a portaria, tem uma energia boa. Esse acolhimento nos ajudou muito", comenta o pai, Richard Apolônio Santos.



SUA DOAÇÃO É IMPORTANTE para a manutenção dos atendimentos da SORRI-BAURU
É possível doar por cartão de crédito, sabia? Clique aqui para doar R$ 15



Estímulo ao desenvolvimento neuropsicomotor

O plano terapêutico de Gael fez parte de um programa de intervenção interdisciplinar com objetivo de favorecer o desenvolvimento motor, espacial, cognitivo e de linguagem. Também contribui na estruturação do vínculo mãe/bebê e no envolvimento da família como promotora desse desenvolvimento.

Público-alvo: bebês com risco para atraso no desenvolvimento neuropsicomotor (baixo peso ao nascer, prematuridade, histórico de intercorrências pré, peri e pós-natais e infecções congênitas ou perinatais) e crianças que já apresentem algum tipo de atraso no desenvolvimento. Foram 166 crianças de 0 a 2 anos e 11 meses atendidas em 2019 no Centro de Reabilitação da SORRI-BAURU, sendo que:

90% das 114 crianças que estiveram em intervenção na fisioterapia apresentaram evolução nas aquisições motoras e destas, 39,5% atingiram o desenvolvimento motor esperado para a idade.

33% das 60 crianças que estiveram em intervenção na terapia ocupacional apresentaram melhora quanto ao desempenho funcional relacionado ao brincar e atividades de autocuidado (alimentação, vestuário, desfralde e banho).

18,4% das 92 crianças que estiveram em intervenção com a fonoaudiologia atingiram o desenvolvimento de linguagem esperado para a idade.

Na galeria de fotos também estão os pequenos Júlia e Silas, atendidos para DNPM.



Nossas mídias sociais (clique para acessar):

Facebook
Instagram
LinkedIn
Twitter


Galeria de fotos