SORRI-BAURU na “Semana Mundial do Brincar”


A Semana Mundial do Brincar  foi criado na 8ª Conferência Internacional de Ludotecas em Tóquio, no ano de 1999, por iniciativa da então presidente do Instituto de Apoio a Criança (ITLA) – Freda Kim. Em 2001, numa reunião do Board da ITLA em Florença, definiu-se a data - 28 de Maio: o “Dia Mundial do Brincar” coincide assim com o dia de aniversário da ITLA.

O Dia Mundial do Brincar celebra o artigo 31º da Convenção sobre os Direitos da Criança das Nações Unidas, que define que brincar é um direito, fonte inesgotável de alegria e fundamental para o desenvolvimento do ser humano, essencial para a saúde física e mental.

A Semana Mundial do Brincar 2019 que esse ano tem como tema “O brincar que abraça a diferença” e aconteceu até 2 de junho, busca possibilitar múltiplas reflexões sobre a brincadeira como território de convívio entre as diferenças. Afinal, as primeiras interações entre crianças acontecem durante vivências lúdicas.

Conviver, se relacionar e brincar com pessoas de realidades diferentes estimula o desenvolvimento da empatia que só o contato humano pode proporcionar.

Na SORRI-BAURU foram desenvolvidas atividades de “Brincadeiras de Rua”, incentivando o brincar também em família, de forma simples e objetiva. A ideia foi estimular a brincar em casa, de forma espontânea.

Por isso, nesta semana que passou a equipe preparou atividades especiais para toda a família, onde o propósito foi despertar ou reafirmar a espontaneidade que nutre esta relação de tanto amor, onde pais e filhos possam juntos experienciar o livre brincar.

A prática das brincadeiras é importante em todas as fases da vida e não só na infância  que as brincadeiras podem auxiliar tanto fisicamente, quanto emocionalmente quem brinca. “A brincadeira é a linguagem natural da criança e é através da fantasia que a criança se põe plenamente pronta e disposta a aprender com os outros e consigo mesma”.

Então, o nosso convite é que você e sua família estejam dispostos a desfrutar momentos de descanso, diversão, conexão, entrega e espontaneidade em seus lares, continuamente.